Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

03
Jan20

Verdade ou Mentira?

jl

mitos ou verdades.jpgBoas.

Estando o novo ano aí fresquinho como uma alface é tempo de tudo voltar ao normal e acima de tudo encarado de maneira positiva. E uma das coisas que já vem desde o ano passado, é eu escrever aqui sobre o bem-estar e a alimentação. E é precisamente sobre isso que hoje aqui escrevo. E mais concretamente sobre certezas sobre a alimentação saudável que afinal não passam de mitos.

- A vitamina C previne gripes

Há anos que a vitamina C tem a fama de ser eficaz na prevenção de constipações e gripes, mas os estudos realizados em torno desta substância concluem que não é bem assim.

Um desses estudos, realizado em 2013 (que teve uma amostra de 11 mil participantes), demonstrou que, de facto, a ingestão de 200 mg de vitamina C por dia reduz para metade o risco de contrair uma constipação, mas isto apenas em pessoas extremamente activas. Para a maioria, a vitamina C tem uma influência praticamente nula na prevenção contra este tipo de doença. Ou seja aquela ideia que se tinha até aqui só não vai para o esgoto, porque cheira mal.

- O aipo tem calorias negativas

Tenham em atenção que não existe nenhum alimento tem calorias negativas.

O aipo, bem como a amêndoa, o pepino a maçã e a couve-flor, (para dar alguns exemplos) são alimentos que têm na sua composição menos calorias do que aquelas que o corpo gasta a ingeri-los. Mas isso não significa que comer aipo faça automaticamente com que perca calorias em vez de ganhá-las, graças a um mero truque de matemática. Mas se a sua matemática não for grande coisa, olhe coma aipo.

- As cenouras cruas são mais nutritivas

Na verdade, é exactamente o oposto: cozinhar as cenouras aumenta o seu valor nutricional.

A cenoura cozida fornece mais vitaminas A, K e luteína do que crua. No entanto, é verdade que alguns alimentos, nomeadamente de origem vegetal, perdem nutrientes quando mergulhados em água a ferver. Este parágrafo foi escrito pelo Bugs Bunny.

- A pele do frango deve ser retirada antes de o cozinhar

A pele do frango é uma fonte de gordura, que muitas pessoas preferem eliminar, seja por motivos de saúde ou muitas vezes numa lógica de perder peso.

Mas a verdade é que não passa de um mito acreditar que cozer o frango com pele irá fazer com que a gordura se infiltre na carne. Na realidade, a pele do frango limita-se a proteger a carne do calor e ajuda a manter alguma hidratação, evitando que a ave fique demasiado seca depois de grelhada. Por isto mesmo, pode cozinhar o frango com pele e retirá-la apenas na hora de servir. Por acaso já marchava um franguinho do churrasco.

- Os ovos aumentam o colesterol

Há alguns anos atrás, o ovo era considerado nocivo para a saúde devido ao seu elevado teor de colesterol.

Mas a verdade é que a gema do ovo apesar de ser rica em colesterol, não está comprovado que a ingestão de até quatro gemas por semana aumente o risco de doença cardiovascular. Mas falo de ovos de galinha, não vá pensarem que falo de ovos de avestruz.

- Os hidratos de carbono fazem mal à saúde

Isso não corresponde à verdade. Consumir os hidratos de carbono saudáveis, provenientes dos grãos e dos vegetais, é muito importante para a nossa saúde. Vários estudos já demonstraram que homens e mulheres que comem grãos reduzem em cerca de 20 a 30% o risco de doença cardiovascular. Poderão é ter mais gases devido aos grãos.

- A margarina tem menos calorias do que a manteiga

Quando inventaram a margarina foi para constituir uma alternativa saudável à manteiga (que contém colesterol e gorduras saturadas), e uma das principais diferenças reside no facto de ser feita com óleos vegetais. Mas na verdade, margarina e manteiga têm a mesma quantidade de calorias, e algumas margarinas chegam a ser menos saudáveis do que a manteiga, porque contêm gorduras trans, conhecidas pelos seus efeitos adversos no colesterol e na saúde do coração. Já dizia o Carlos Paião: bate, bate coração!

- O picante provoca úlceras

É um mito bastante comum, mas, os alimentos picantes não provocam úlceras no estômago. Ainda há pouco tempo um artigo publicado na “Critical Reviews in Food Science and Nutrition” referia que o chili previne o aparecimento de úlceras. O que, por vezes, acontece é o picante exacerbar inflamações no intestino, que podem ser confundidas com úlceras. Ou seja, se quer uma relação picante, coma um pratinho de malaguetas.

- Os vegetais frescos são mais nutritivos do que os congelados

Na realidade os frutos e vegetais frescos são mais nutritivos do que os congelados e os enlatados, mas isso só acontece apenas no momento em que são colhidos. Até chegarem ao ponto de venda, estes alimentos atravessam uma longa jornada e podem passar-se alguns dias desde a colheita até serem disponibilizados para serem comprados. Durante este tempo de transporte e armazenamento, é libertada uma enzima natural, que tem como consequência a perda de nutrientes de frutos e vegetais.

No caso dos congelados, estes produtos passam pelo processo de ultracongelação pouco depois da colheita, preservando-se muito conteúdo mineral e vitaminas. Alguns vegetais congelados acabam por ser, assim, mais nutritivos do que os frescos no ponto de venda. Pois se são congelados, são mais frescos! Esta foi gira.

- Entre as bebidas alcoólicas, só o vinho faz bem

É sobejamente conhecida a posição de muitos médicos de que beber um copo de vinho por dia não faz mal e até faz bem.

Isto tem sido bom para o mercado do vinho, mas estudos recentes concluíram que aquilo que nesta bebida aumenta os níveis de “bom colesterol” (HDL), ajudando a reduzir o risco de ataque do coração, é o etanol – que também está presente nas outras bebidas alcoólicas.

Basta estar presente numa Queima das Fitas para se ver como muita gente anda a aumentar os níveis do bom colesterol.

Mas falando mais a sério, estas são daquelas verdades que devagar se começam a ver que afinal não é nada daquilo que pensávamos.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub