Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

30
Set20

E duram, duram…

jl

prazo .jpgBoas.

Não sendo eu tão velho quanto isso, eu sou daquele tempo em que certos produtos terem prazo de validade era quase uma miragem e mesmo aqueles que tinham muitas vezes era só para enfeitar as embalagens.

Mas a verdade seja dita, é que à medida que o tempo foi (e vai) passando, as coisas vão mudando. Mas hoje vou retroceder um pouco e vou falar de alimentos que nunca se estragam. Vamos lá então:

- Massas secas

Este é daqueles produtos bem versáteis e para além do mais as massas têm grandes benefícios para a saúde, já que auxiliam o organismo a manter-se saudável e cheio de vigor. Desde que secas e sejam bem mantidas em recipientes hermeticamente fechados, estas grandes aliadas da culinária dificilmente perecerão, a não ser que os ácaros as ataquem no armário.

- Açúcar

A sua validade mesmo que às vezes não pense, não expira, seja qual for a sua variedade que se fala, mas para isso tem de o manter sempre seco. Mas uma coisa que não se deve esquecer é que o consumo em excesso pode provocar obesidade e diabetes.

- Leguminosas secas

Estes vegetais não contêm água e necessitam, por isso mesmo, de serem hidratados antes de serem cozinhados e consumidos. É essa particularidade que lhes confere a sua tão extensa longevidade. Devem estar bem acondicionados para evitar as lagartas.

- Sal

Este é daqueles produtos que embora básico, é muito importante. Embora não tenha prazo de validade, deve conservá-lo sempre seco, pois a humidade pode gerar bolor. Apesar das propriedades benéficas que tem para o organismo, uma vez que é muito rico em minerais, não deve abusar do seu uso (segundo a OMS não se deve ultrapassar as 5 gramas diárias). Isto porque ingerido em excesso, pode contribuir para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e potenciar a retenção de líquidos.

- Amido de milho

A maioria das pessoas conhece mais como Maizena, este hidrato de carbono é isento de glúten e não tem sabor nem cheiro. O mesmo é vendido como um pó fino, suave e de cor branca. É o mesmo é utilizado para fazer ou engrossar molhos, em sopas, em sobremesas, em papas para bebé e em bolos. Este produto é 100% natural e não se estraga com o passar do tempo. Como se passa com muitos outros alimentos, deve ser conservado em recipiente fechado num local seco e fresco.

- Vinagre de vinho branco

É um tempero que está em quase todas as casas. E para além do sabor, este alimento tem benefícios significativos para a saúde devido ao seu conteúdo de ácido acéptico, o vinagre de vinho branco ajuda a controlar os níveis de açúcar e de colesterol no sangue e o excesso de peso. Para além de ser popular na cozinha mediterrânica, também há quem o utilize como auxiliar de limpeza, uma vez que é eficaz na remoção de manchas, nódoas e odores.

- Mel

O mel para além de ser um adoçante natural é um importante fortalecedor do sistema imunitário. Este alimento melhora a capacidade digestiva e alivia a prisão de ventre. Tem também propriedades antissépticas, antioxidantes, antirreumáticas, diuréticas, digestivas, expetorantes e calmantes. O mel pode cristalizar um pouco no fundo do recipiente mas, se for caso disso, mergulhe o frasco em água quente e voltará ao seu estado dito normal.

- Arroz branco

Apesar de todas as variedades, esta ser talvez a menos nutritiva dado que lhe retiram a casca aquando da sua transformação, a boa notícia é a de que permanecerá sempre perfeito, mês após mês, desde que o conserve seco num local fresco.

- Especiarias

Muito recomendadas pelas propriedades nutricionais que têm, intensificam o sabor dos cozinhados. São, também, um substituto ao sal, como alertam os médicos, sobretudo para quem sofre de hipertensão. As especiarias são, todavia, um caso muito especial. Não expirando a sua validade no verdadeiro sentido do termo, podem ser usadas durante muito tempo, mas vão perdendo o seu sabor e as suas vantagens nutricionais à medida que os meses vão passando, o que acaba por desvirtuar a sua função. Mas atenção não as deixe em contacto com humidade.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub