Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

marianagugudada

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

A vida não é feita por parcelas, é feita pelo todo

marianagugudada

13
Abr18

Toca a fazer mais palhaçada

jl

orgasmo.jpgOlá.

Daqui a pouco chega a hora de almoço e a acompanhar a refeição nada de colas ou sumos e sim um copinho de água. E para sobremesa em vez daquele maldito bolo de chocolate, vai marchar a bela da pera. O cortar com o açúcar para além de ser positivo em vários aspectos da saúde, até para coisas mais «fofinhas» pelos vistos também é positivo. Mas vamos lá falar desses momentos mais fofos:

O excesso de açúcar enfraquece intensidade dos orgasmos

A nutricionista britânica Cassandra Barns alerta para os perigos do consumo excessivo de produtos açucarados. Além de reduzirem o prazer máximo, podem, em casos mais extremos, provocar disfunção erétil nos homens. Que falta de saliva na garganta!!

Se anda a ingerir açúcar a mais, o mais provável é que venha a sentir orgasmos menos intensos. O alerta é dado pela nutricionista, que critica o consumo excessivo de produtos açucarados nos dias de hoje. "Uma das consequências desse comportamento é o aumento do risco de desenvolvimento da diabetes tipo 2, que está a aumentar significativamente.

"Milhões de pessoas podem ter este tipo de diabetes e nem sequer o sabem", refere ainda. Esse desconhecimento não se fica, contudo, por aí. Poucos de nós conhecemos os efeitos devastadores que a diabete tipo 2 pode ter nos nossos corpos e nas nossas vidas, incluindo cegueira, aumento dos riscos de ataques cardíacos e problemas nos membros inferiores. E apenas uma percentagem mínima sabe que afecta também a vida sexual.

Um inquérito a cerca de 2000 cidadãos britânicos revelou que 80% não têm noção que esta patologia e, indiretamente, o consumo excessivo de açúcar, além de enfraquecer a intensidade dos orgasmos, pode provocar disfunção erétil nos homens.

Tal sucede porque os elevados níveis de açúcar no sangue danificam os nervos e os vasos sanguíneos, diminuindo a sensibilidade e dificultando as ereções masculinas, justifica a médica.

Mas a diabetes tipo 2 também pode afetar a sexualidade feminina, porque os danos que causa nos vasos sanguíneos podem condicionar a irrigação da vagina e do clitóris, causando secura" esclarece a especialista. Para prevenir a doença e, simultaneamente, melhorar a sua vida sexual, a nutricionista sugere uma redução acentuada dos produtos processados, incluindo o pão branco, os bolos e as bolachas e os cereais de produção industrial.

Abolir ou restringir fortemente o álcool, os refrigerantes e as bebidas açucaradas, reforçar o consumo de vegetais e de frutas menos doces e verificar sempre o teor de açúcar e de gordura das refeições pré-confecionadas são outras das recomendações. Fazer mais exercício físico também previne o problema. Como muitos especialistas consideram o sexo uma atividade física, nada melhor do que fazer mais. Se precisa de novas ideias, inspire-se!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D